Atualizado em :02/05/2012
Rollemberg comemora fim da greve dos professores no DF
Senador agradeceu aos professores pelo fim da paralisação, que já durava 51 dias, e destacou o trabalho dos deputados e senadores do DF, do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil e do reitor da Universidade de Brasília no processo de negociação 
 
Foto: Sheyla LealO senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) registrou nesta quarta-feira (2) sua satisfação com o fim da paralisação dos professores do Distrito Federal, que já durava mais de 50 dias. A decisão foi tomada em assembleia realizada pela manhã e as aulas devem ser retomadas já nesta quinta (3)."Entendo que essa é uma decisão muito importante para que a cidade volte à sua normalidade, especialmente nessa área absolutamente fundamental e indispensável para o futuro do Distrito Federal, das nossas crianças".

Rollemberg destacou a atuação da bancada federal do DF na negociação com os professores. Segundo o senador, os parlamentares foram procurados pelo sindicato da categoria para intermediar as negociações, já que o entendimento entre professores e governo distrital não ocorria. A "comissão de negociação” também teve representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da Universidade de Brasília (UnB). "Isso demonstra o quanto a bancada federal pode colaborar para resolver problemas do Distrito Federal e do Governo do Distrito Federal. Não foi a primeira vez que a bancada se ofereceu para colaborar, para mediar um entendimento", relatou.

De acordo com o senador, o acordo inclui o compromisso do governo de reabrir as negociações com os professores em setembro e de pagar, a partir de junho, auxilio-saúde no valor de R$ 200. Além disso, o governo se comprometeu a incorporar uma gratificação no prazo máximo de quatro anos, informou Rollemberg. Os professores, por sua vez, terão de repor as aulas perdidas.

Fonte: Agência Senado