*/ Senador de Bras?lia:Invasão da reitoria da Universidade de Brasília
 
http://twitter.com/rollembergpsb http://www.facebook.com/pages/Rodrigo-Rollemberg/211341845581927 http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=3314995351568856873 http://www.youtube.com/rollembergpsb http://www.flickr.com/photos/rodrigorollemberg
 
Discursos
         
Tamanho do texto
Atualizado em :07/04/2008
Invasão da reitoria da Universidade de Brasília
 

O SR. PRESIDENTE (Luis Carlos Heinze) - Dando seqüência às Comunicações Parlamentares, passo a palavra ao Deputado Rodrigo Rollemberg, pelo Bloco PSB.

O SR. RODRIGO ROLLEMBERG (Bloco/PSB-DF. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Srs. e Srs. Parlamentares, assumo à tribuna na tarde de hoje para fazer uma reflexão sobre a crise por que passa a Universidade de Brasília, nossa querida UnB, em que tive o prazer de me formar no ano de 1983. Como V.Exas. sabem, a Reitoria da Universidade de Brasília está ocupada por um conjunto de estudantes que apresentaram uma série de reivindicações, entre elas o afastamento do Reitor.

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Parlamentares, não quero aqui entrar no mérito das reivindicações dos estudantes da Universidade de Brasília, mas fazer uma reflexão sobre a importância de aquela universidade superar o mais rapidamente possível a crise por que vem passando, para que possa dar conta das imensas responsabilidades que estão a lhe esperar.

Na condição de coordenador da bancada do Distrito Federal, tive a oportunidade de defender e apoiar que a referida bancada garantisse recursos para projetos importantes da Universidade de Brasília, como a expansão do campus para a cidade de Ceilândia — onde realizamos uma audiência pública na semana passada com a presença de mais de 500 jovens e outras pessoas da comunidade, interessados na implantação da Universidade naquele local — ; a expansão da UNB para a cidade do Gama; além de recursos para a melhoria de sua infra-estrutura laboratorial. 

Temos compromisso com o parque tecnológico Capital Digital, que, sem dúvida, não será implantado no Distrito Federal sem grande participação da Universidade; temos compromisso com o parque tecnológico de biotecnologia, em que a UNB, junto com a Embrapa, é instituição fundamental para sua implantação.Mas a Universidade de Brasília precisa superar essa crise. 

Quero desejar que a comunidade universitária, por meio do conjunto de professores, estudantes e funcionários, com muita ponderação, com muita moderação, com muito bom senso, possa construir uma alternativa interna que supere essa crise e faça com que a nossa querida UnB possa retomar o seu caminho da normalidade. 

Quero fazer um registro, mais uma vez sem entrar no mérito do conjunto de reivindicações dos estudantes. Quando estudante da Universidade de Brasília, já participei de diversas manifestações. Neste momento, os estudantes ocupam a Reitoria da UnB. Não é a primeira vez que isso acontece, nem será a última, nem na Universidade de Brasília, nem em outras universidades. Agora mesmo, temos notícia de que os estudantes da Universidade Federal de Minas Gerais também ocupam o prédio da Reitoria. 

Tive a oportunidade de ir hoje à Reitoria da Universidade de Brasília, duas vezes, uma no período da manhã, outra no período da tarde, para fazer um apelo a todas as autoridades que têm responsabilidade nesse caso. Faço um apelo ao Reitor da Universidade de Brasília, ao Governador do Distrito Federal, ao Ministro da Justiça, ao Diretor da Polícia Federal, à Juíza que está cuidando do caso, para que evitem a utilização de violência, de força policial, na resolução da crise da Universidade de Brasília. 

Temos que buscar uma saída política para essa crise, nem que essa saída demore alguns dias, talvez semanas. Não podemos admitir o uso da força policial, porque, sem dúvida, o uso da força policial, num momento como aquele, em que a Reitoria está ocupada por centenas de jovens, pode levar conseqüências desastrosas para as pessoas que estão lá, para a imagem dessa instituição — queremos preservar a Universidade de Brasília — e também para a nossa cidade. 

Temos o exemplo recente da ocupação da Reitoria da USP. Ali, depois de muitos dias, muitas semanas, muitas negociações, conseguiu-se uma retirada pacífica. É esse o apelo que quero fazer aqui, de forma veemente, no sentido de que as pessoas busquem exercitar ao máximo a sua paciência, a sua capacidade de diálogo, a sua capacidade de compreensão. Faço esse apelo a todas as partes. Faço esse apelo aos representantes dos estudantes, aos representantes dos professores, de forma especial, da direção da Universidade de Brasília, dos servidores, para que todos se unam em torno da instituição, para se buscar uma solução negociada, uma solução política, uma solução pacífica, uma solução sem violência, para que a Universidade de Brasília possa retomar o seu leito normal.

Quero aqui dizer que, se alguma irregularidade foi cometida pela Universidade ou por alguma fundação, isso deve ser apurado. E, se comprovado que houve irregularidade, os responsáveis devem ser punidos. Mas isso não pode comprometer o andamento da instituição Universidade de Brasília. 

Sr. Presidente, a Comissão de Ciência e Tecnologia, por requerimento de minha autoria, aprovou a realização de audiência pública para que possamos discutir o papel das fundações de apoio à pesquisa, que exercem, sim, um papel importante no financiamento da pesquisa em nosso País. Se na utilização dessas fundações tivemos alguns desvios, eles precisam ser analisados, eles precisam ser considerados. Se na utilização dessas fundaçõesexistem vazios legais, este Congresso Nacional, mais do que ninguém, tem que se debruçar sobre eles, para construir marcos legais que permitam o financiamento da pesquisa no Brasil com toda a transparência.

Só para citar um exemplo, existem algumas agências de fomento, como a FINEP, em que alguns dos seus editais para assinatura de convênios exigem a presença de uma fundação universitária, exatamente pelo caráter de agilidade que tem. Precisamos discutir o papel da universidade. A própria bancada do Distrito Federal viveu um dilema, porque trabalhamos para a liberação de uma emenda de bancada de 10 milhões e 300 mil reais para a expansão da Universidade de Brasília, mas o Governo só libera esse recurso nos últimos dias do mês de dezembro.

Ora, a direção da Universidade passa a viver um dilema: ou ela não usa o recurso e o devolve ao Tesouro e perde aquele recurso, ou ela o internaliza numa fundação, para poder utilizá-lo posteriormente. Precisamos discutir o papel dessas fundações; o papel da universidade, com o intuito de melhorar e de aperfeiçoar o financiamento da pesquisa no País, indispensável para o seu desenvolvimento sustentável e soberano. Para isso, devem ser aperfeiçoados os instrumentos legais, dando transparência, agilidade e autonomia às universidades para que possam cumprir o seu papel essencial.

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Parlamentares, fica esse apelo ao conjunto da comunidade universitária, de forma especial àqueles que detêm o poder neste momento. Vamos buscar uma solução negociada para a crise da UnB. Não vamos admitir a invasão da Reitoria, porque isso pode levar conseqüências trágicas e extremamente danosas para as pessoas, para a instituição e para a cidade. Este é o nosso desejo. Estaremos prontos para colaborar no sentido de que busquemos essa saída negociada.

Muito obrigado.

Fonte:
 
 
fazer comentario comentários
imprimir

 

Mais Discurso
A FACA DO FAC - [29/04/2014]
Dia do Artesão - [19/03/2014]

 
   Últimas Notícias
Cidadania
Rollemberg cobra nomeação de aprovados em concurso do Senado
Pesquisas
Rollemberg comenta pesquisa que aponta insatisfação dos brasileiros com questões básicas
Distrito Federal
Ministério Público e pesquisadores defendem manutenção da área da Embrapa Cerrados
Cidadania
Senado debate ameaça de retirada da Embrapa Cerrados
Política
PSB e Rede apresentam diretrizes de programa de governo para o DF
Ciência e Tecnologia
Embrapa inaugura Banco Genético e comemora os 41 anos da empresa
Política
Elogios a decisão do STF sobre CPI exclusiva para Petrobras
Distrito Federal
Rollemberg lembra aniversário de Brasília e prega o fim da desigualdade no DF
Política
Oposição indica servidor do Senado para vaga de ministro do TCU
Cidadania
Rollemberg: Datafolha revela declínio econômico resultante dos erros de Dilma
Educação
CPI com investigação ampla enfraquece o Legislativo, afirma Rollemberg
Meio Ambiente
Números de relatório sobre mudança climática do IPCC são alarmantes, alerta Rollemberg
PSB
Rollemberg explica posição do PSB em relação à CPI da Petrobras
Distrito Federal
Senador alerta para risco de criação de novas cidades no DF
Cidadania
Rollemberg defende regulamentação profissional de artesãos

Vídeo

 

footer_down_01