*/ Senador de Bras?lia:Homenagem ao Dia Internacional do Livro Infantil
 
http://twitter.com/rollembergpsb http://www.facebook.com/pages/Rodrigo-Rollemberg/211341845581927 http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=3314995351568856873 http://www.youtube.com/rollembergpsb http://www.flickr.com/photos/rodrigorollemberg
 
Discursos
         
Tamanho do texto
Atualizado em :03/04/2008
Homenagem ao Dia Internacional do Livro Infantil
 
O SR. RODRIGO ROLLEMBERG (Bloco/PSB-DF. Pronuncia o seguinte discurso) - Ontem, comemorou-se, em mais de 60 países, o Dia Internacional do Livro Infantil. A data homenageia o escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, nascido em 2 de abril de 1805.

Nas últimas décadas, o mercado editorial do livro infantil apresentou um crescimento vigoroso em nosso país. Os livros de Ziraldo, Ruth Rocha, Ana Maria Machado, Eva Furnari, Lygia Bojunga, José Paulo Paes, Tatiana Belinky e tantos outros encantam leitores de todas as idades porque o livro infantil, em tese escrito para crianças, não raro conquista também o leitor adulto.

Brasília também conta com excelentes escritores e ilustradores da área, como Margarida Patriota, Elizabeth Hazin, Lucília Garcez, Jô Oliveira, Roger Mello, Stella Maris Rezende, Leandro de Castro Siqueira, Sílvio Fericato e muitos mais.

Em nosso País, o analfabetismo ainda não foi erradicado, e o letramento, ou seja, a competência para o uso social da leitura e da escrita, também está longe de alcançar os níveis desejáveis. Em média, o brasileiro lê menos de dois livros por ano e a educação não é considerada prioridade por muitos cidadãos e governantes. 

Iniciativas como a Política de Formação de Leitores e o Programa Mais Educação, do Governo Federal, as feiras do livro e eventos congêneres, tradição em muitas cidades brasileiras, especialmente capitais e grandes cidades devem ser louvadas e incentivadas. E é nossa missão, como membros desta Casa, apoiar e propor outras iniciativas que contribuam para fortalecer a leitura e a escrita como um valor entre nós.

O livro infantil é, ao lado do livro didático, a porta de entrada das crianças para o mundo das letras, dos números, do desenho; é um portal da inteligência e da sensibilidade. O poeta Mario Quintana disse, mutatis mutandi, que são as pessoas que mudam o mundo, mas são os livros que mudam as pessoas. Deixo aqui minha sincera homenagem àqueles que, com seu trabalho criativo e competente, ajudam a fazer um Brasil melhor.
Fonte:
 
 
fazer comentario comentários
imprimir

 

Mais Discurso
A FACA DO FAC - [29/04/2014]
Dia do Artesão - [19/03/2014]

 
   Últimas Notícias
Pesquisas
Rollemberg comenta pesquisa que aponta insatisfação dos brasileiros com questões básicas
Distrito Federal
Ministério Público e pesquisadores defendem manutenção da área da Embrapa Cerrados
Cidadania
Senado debate ameaça de retirada da Embrapa Cerrados
Política
PSB e Rede apresentam diretrizes de programa de governo para o DF
Ciência e Tecnologia
Embrapa inaugura Banco Genético e comemora os 41 anos da empresa
Política
Elogios a decisão do STF sobre CPI exclusiva para Petrobras
Distrito Federal
Rollemberg lembra aniversário de Brasília e prega o fim da desigualdade no DF
Política
Oposição indica servidor do Senado para vaga de ministro do TCU
Cidadania
Rollemberg: Datafolha revela declínio econômico resultante dos erros de Dilma
Educação
CPI com investigação ampla enfraquece o Legislativo, afirma Rollemberg
Meio Ambiente
Números de relatório sobre mudança climática do IPCC são alarmantes, alerta Rollemberg
PSB
Rollemberg explica posição do PSB em relação à CPI da Petrobras
Distrito Federal
Senador alerta para risco de criação de novas cidades no DF
Cidadania
Rollemberg defende regulamentação profissional de artesãos
Copa do Mundo
Rollemberg denuncia superfaturamento em obras do estádio de Brasília

Vídeo

 

footer_down_01