*/ Senador de Bras?lia:O papel estratégico da Empresa de Planejamento e Logística (EPL)
 
http://twitter.com/rollembergpsb http://www.facebook.com/pages/Rodrigo-Rollemberg/211341845581927 http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=3314995351568856873 http://www.youtube.com/rollembergpsb http://www.flickr.com/photos/rodrigorollemberg
 
Discursos
         
Tamanho do texto
Atualizado em :29/11/2012
O papel estratégico da Empresa de Planejamento e Logística (EPL)
 
O SR. RODRIGO ROLLEMBERG (Bloco/PSB – DF. Pela Liderança. Sem revisão do orador.) – Subo a esta tribuna, Sr. Presidente, apenas para registrar que ontem aprovamos neste Plenário o PLV n° 23, proveniente da Medida Provisória n° 576, de 2012, que criou a Empresa de Planejamento e Logística S.A. (EPL), em substituição à Empresa de Transporte Ferroviário de Alta Velocidade – ETAV.
 
Trata-se, efetivamente, Sr. Presidente, de mais do que de uma substituição do nome da empresa, de uma nova fundação. Voltada para o planejamento e para a logística de transportes, a EPL tem competências que extrapolam largamente a realização do projeto pontual da construção do trem-bala entre as cidades do Rio de Janeiro e de Campinas, objetivo para o qual foi criada a ETAV. Com escopo bem mais abrangente, a EPL certamente terá um papel estratégico na reorganização e na integração dos modais de transportes no País, e não pode haver dúvidas de que esse esforço de planejamento do transporte no Brasil, com toda a complexidade que implica, é imperativo e pede, com efeito, uma abordagem global, que a perspectiva fornecida pela EPL certamente poderá assegurar.
 
Não é de hoje, Srªs Senadoras, Srs. Senadores, que sentimos a necessidade de um órgão capaz de pensar estratégica e globalmente a nossa logística de transportes. Há muito nos preocupamos com o gargalo da infraestrutura de transportes, que sempre ameaça sufocar nossa capacidade produtiva. A EPL, com uma mirada mais ampla e a competência para realizar estudos aprofundados, dará aos futuros projetos o amadurecimento que muitas vezes falta nos projetos feitos rapidamente para atender a necessidades pontuais. Teremos um ganho de tempo, de agilidade e, portanto, de eficiência e eficácia.
 
Além do mais, Sr. Presidente, a EPL, com sua perspectiva multimodal, vai contribuir decisivamente para superarmos a desarticulação que existe, no Brasil, entre os vários modais do sistema de transporte. Também aqui teremos um ganho de eficiência e de eficácia, evitando duplicação de esforços e priorizando investimentos mais eficientes. Noto de passagem que isso é especialmente importante para uma região como a nossa, Senador Moka, a Centro-Oeste, grande responsável pela revolução agrícola no País, mas que, por sua posição geográfica afastada dos portos, tem dificuldades para escoar sua produção. Uma combinação eficiente dos modais hidroviário e ferroviário, por exemplo, seria de importância estratégica para a região e, tenho certeza, reforçaria de forma significativa a pujança econômica do centro do País.
 
Da mesma forma, o planejamento mais adequado de nossa malha viária, que tornasse possível, de forma eficiente, o escoamento da produção em direção aos portos do Nordeste e do Norte, evitando o congestionamento dos portos do Sul e do Sudeste, trará benefícios múltiplos, tornando mais atrativo, inclusive, o investimento na modernização dos portos já existentes e na construção de novos.
 
Por fim, Srªs Senadoras, Srs. Senadores, quero aproveitar a oportunidade para saudar o Presidente da nova Empresa, Sr. Bernardo Figueiredo, cuja competência na área de transportes é apoiada sobre vasta experiência, amplamente reconhecida. Bernardo Figueiredo é economista, formado pela nossa Universidade de Brasília e, desde os anos 70, atua na área de transportes. Começou sua carreira, aliás, na antiga Empresa Brasileira de Planejamento de Transportes (Geipot), onde foi coordenador de avaliação econômica de projetos e chefe de projetos.
 
De lá para cá, atuou em diversas empresas públicas e privadas, como a Siderbras, a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de Belo Horizonte, a Rede Ferroviária Federal, a Interférrea e a Valec. Foi ainda Diretor-Executivo da Associação Nacional de Transportadores Ferroviários e Presidente da Câmara Brasileira de Transporte Ferroviário. Em 2008, assumiu a Direção-Geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres, cargo que ocupou até 2011. Como se vê, é uma longa experiência, que juntou a vivência no setor privado com o conhecimento da perspectiva do setor público. Essa dupla vivência, sobretudo no caso da infraestrutura de transportes, é, sem dúvida nenhuma, muito valiosa.
 
Por isso, Senhor Presidente, quero cumprimentar a Presidente Dilma e o Congresso Nacional pela aprovação da Empresa de Planejamento e Logística, muito importante para nossa região. Lembro que nós temos aqui, que interessam ao Distrito Federal, dois projetos ferroviários importantes, como a ligação entre Brasília e Goiânia, que está sendo estudada, neste momento, pela Sudeco, e também a transformação do trecho Brasília-Luziânia num trecho de passageiros, que vai descongestionar bastante o transporte de passageiros no entorno sul.
 
Portanto, fica aqui o nosso cumprimento à Presidenta Dilma, pela criação da empresa e também pela escolha do Presidente, o Sr. Bernardo Figueiredo.
 
Muito obrigado, Sr. Presidente.

Fonte:
 
 
fazer comentario comentários
imprimir

 

Mais Discurso
A FACA DO FAC - [29/04/2014]
Dia do Artesão - [19/03/2014]

 
   Últimas Notícias
Cidadania
Rollemberg cobra nomeação de aprovados em concurso do Senado
Pesquisas
Rollemberg comenta pesquisa que aponta insatisfação dos brasileiros com questões básicas
Distrito Federal
Ministério Público e pesquisadores defendem manutenção da área da Embrapa Cerrados
Cidadania
Senado debate ameaça de retirada da Embrapa Cerrados
Política
PSB e Rede apresentam diretrizes de programa de governo para o DF
Ciência e Tecnologia
Embrapa inaugura Banco Genético e comemora os 41 anos da empresa
Política
Elogios a decisão do STF sobre CPI exclusiva para Petrobras
Distrito Federal
Rollemberg lembra aniversário de Brasília e prega o fim da desigualdade no DF
Política
Oposição indica servidor do Senado para vaga de ministro do TCU
Cidadania
Rollemberg: Datafolha revela declínio econômico resultante dos erros de Dilma
Educação
CPI com investigação ampla enfraquece o Legislativo, afirma Rollemberg
Meio Ambiente
Números de relatório sobre mudança climática do IPCC são alarmantes, alerta Rollemberg
PSB
Rollemberg explica posição do PSB em relação à CPI da Petrobras
Distrito Federal
Senador alerta para risco de criação de novas cidades no DF
Cidadania
Rollemberg defende regulamentação profissional de artesãos

Vídeo

 

footer_down_01