*/ Senador de Bras?lia:Brasília: a capital da Copa do Mundo
 
http://twitter.com/rollembergpsb http://www.facebook.com/pages/Rodrigo-Rollemberg/211341845581927 http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=3314995351568856873 http://www.youtube.com/rollembergpsb http://www.flickr.com/photos/rodrigorollemberg
 
Discursos
         
Tamanho do texto
Atualizado em :01/09/2011
Brasília: a capital da Copa do Mundo
 

O SR. RODRIGO ROLLEMBERG (Bloco/PSB – DF. Sem revisão do orador.) – Prezada Presidenta, Senadora Marta Suplicy, prezadas Senadoras, prezados Senadores, quero registrar a mobilização que a população de Brasília e do Distrito Federal começa a fazer a partir deste domingo, defendendo que a abertura da Copa do Mundo seja realizada aqui, na Capital do País. Diversas entidades e instituições da cidade, mais de sessenta entidades, estão convocando as pessoas para uma caminhada no Eixão Sul, a partir das 9 horas deste domingo, num movimento liderado pela Associação Comercial do Distrito Federal, pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seção DF, pelas diversas entidades do turismo local. Enfim, participam do movimento mais de sessenta entidades do Distrito Federal.

Penso que o fato de Brasília ser a Capital da República, por si só, é um grande e importante diferencial para que esta cidade sedie a abertura da Copa do Mundo. Mas eu gostaria de pontuar outros requisitos que deveriam ser levados em conta pela Fifa, pelo Governo brasileiro, pelas autoridades que têm o poder de decidir sobre a abertura da Copa do Mundo.

Setenta por cento dos voos nacionais fazem escala no Distrito Federal, em Brasília, que é uma cidade de fácil acesso, pois está no centro do País, o que facilita o deslocamento das pessoas de outras regiões para o Distrito Federal. As obras de construção do nosso estádio são as mais avançadas do Brasil, pois quase 40% do estádio já estão prontos. A nossa segurança pública é melhor do que a de todas as demais cidades brasileiras. Aqui está a representação diplomática de todos os países, ou seja, as Embaixadas de todos os países, o que facilita também a vinda de autoridades estrangeiras e de turistas estrangeiros para a nossa cidade. E somos a única cidade capaz de realizar uma Copa do Mundo num raio de pouco mais de dez quilômetros.

Alguns afirmam que muitos dos que vierem à Copa poderão assistir aos jogos e fazer todas as suas atividades caminhando. Já que nós temos o setor hoteleiro num local central, bastará atravessar o canteiro central para estar no Estádio Nacional. Portanto, haverá facilidade de acesso muito grande. Por outro lado, os investimentos de mobilidade urbana no Distrito Federal são muito menores e, portanto, também muito mais fáceis de serem realizados do que em qualquer outra cidade brasileira.

Tive oportunidade de apartear o Senador Vital do Rêgo. Quero, em nome da população do Distrito Federal, agradecer as manifestações públicas do, Senador Vital do Rêgo, Senador da Paraíba, em defesa de Brasília como sede da Copa. Como Capital de todos os brasileiros, Brasília poderá representar todas as unidades da Federação onde não serão realizadas etapas da Copa. 

Portanto, quero me congratular com esse movimento espontâneo da população do Distrito Federal em defesa da abertura da Copa. 

Mas quero registrar também que a realização da abertura da Copa do Mundo, em alguns centros tradicionais do nosso País, representará ganhos. É claro, sempre será um evento muito significativo, mas não terá um impacto tão significativo na economia local, ao passo que, em Brasília, até pelo simbolismo da cidade, pelos investimentos a serem realizados, pela imagem da cidade, que será divulgada internacionalmente, nós transformaremos a Capital do País, definitivamente, num grande destino turístico internacional.

Mas quero registrar mais: entendo que Brasília tem condições não apenas de sediar a abertura da Copa do Mundo, mas de sediar também a abertura ou a final da Copa das Confederações, a ser realizada no ano anterior, já que nós estaremos com a infraestrutura pronta e mais adiantada do que nas demais cidades. Então, entendo que não apenas a abertura da Copa do Mundo deve ser realizada em Brasília, mas também a abertura ou a final da Copa das Confederações, a ser realizada no ano anterior.

Agora, é importante ressaltar que devemos – não apenas Brasília, mas todo o Brasil – nos preparar para transformar a Copa do Mundo e as Olimpíadas não apenas em dois grandes eventos, eventos importantes, eventos que vão trazer muitos turistas, eventos que vão trazer muitas alegrias, muitas emoções pelas disputas esportivas. Temos que pensar muito além disto; temos que transformar, efetivamente, esses dois grandes eventos em grandes instrumentos do desenvolvimento econômico e social de nosso País.

Tive a honra de ser Secretário de Turismo nesta cidade, durante o Governo do hoje Senador Cristovam Buarque, e entendo que o turismo é a alternativa mais rápida, mais inteligente, mais eficiente, mais barata de gerar empregos, de gerar oportunidades, de gerar negócios e de desenvolver uma região.

Portanto, devemos ter em mente que todos os investimentos a serem realizados no Brasil e em Brasília produzirão benefícios posteriores e duradouros para as populações locais, antes, durante e, sobretudo, posteriormente à realização da Copa do Mundo.

Ao final dessa Copa do Mundo, deveremos ter uma população mais capacitada, mais qualificada; deveremos dar um salto do ponto de vista da educação dos nossos jovens, da qualificação no domínio de línguas estrangeiras; deveremos melhorar toda a nossa produção cultural, dando muitas oportunidades à produção cultural no nosso Brasil, especificamente em Brasília.

É importante fazer alguns investimentos que tornarão a cidade mais agradável, mais aprazível, o que permitirá aos turistas, não apenas os que venham para a Copa, mas os que venham posteriormente à Copa, permanecer mais tempo na cidade, fazer empreendimentos que sejam duradouros, como, por exemplo, a implantação de todos os polos do Projeto Orla, que iniciamos quando tive oportunidade de ser Secretário de Turismo, que é um dos locais mais aprazíveis da cidade, além de ser uma grande oportunidade de geração de emprego no ramo de hotelaria, de bares e restaurantes, de entretenimento e lazer, de atividades culturais, porque as atividades turísticas impactam diretamente em mais de 50 profissões. Portanto, precisamos implementar o Projeto Orla, mas precisamos também implementar infraestruturas turísticas nas diversas cidades do Distrito Federal. 

O Distrito Federal ainda é muito conhecido nacionalmente apenas como esta parte central, a região administrativa, e temos muito orgulho de sermos a Capital do País e de termos aqui todas as instituições da democracia brasileira representativas do Executivo, do Legislativo e do Judiciário. Mas Brasília é muito mais do que isso: Brasília tem um pouco de todas as culturas brasileiras. Todas as manifestações culturais do Brasil, de Norte a Sul, de Leste a Oeste, poderão ser encontradas, ainda que em pequena escala, no Distrito Federal, porque aqui representamos a diversidade da cultura brasileira. 

Portanto, é também uma grande oportunidade de dotar as cidades de infraestrutura turística e de termos um grande desenvolvimento das atividades e dos movimentos culturais da cidade.

Agora é importante também que o Governo Federal e o Governo do Distrito Federal possam realizar as obras de infraestrutura necessárias para a realização desse grande evento, como a ampliação do Aeroporto Internacional de Brasília, obra fundamental para que Brasília possa receber com conforto, com tranquilidade os turistas que visitarão a nossa cidade, as obras do veículo leve sobre trilhos, que ligará o aeroporto ao centro de Brasília, como obras importantes, que trarão muitos benefícios à população do Distrito Federal, como a reestruturação do sistema de saúde do Distrito Federal, que é um grave problema e com o qual a população ainda sofre muito. Mas também é uma necessidade a melhoria dessa infraestrutura de saúde para a população do Distrito Federal, como também os investimentos de acesso à banda larga.

Defendo que Brasília pode ser um modelo, um protótipo para o Brasil no sentido de garantir acesso pleno ao conjunto da população do Distrito Federal à Internet banda larga gratuita. Entendo que seria uma grande oportunidade de, até a realização da Copa do Mundo, podermos prover todas as cidades do Distrito Federal de serviços de Internet banda larga gratuita. 

Agora, é muito importante, tanto do ponto de vista do Distrito Federal quanto do ponto de vista nacional, que a população brasileira possa perceber os ganhos objetivos que ela, de uma forma geral, obterá com a realização da Copa do Mundo no nosso País.

Nós temos que democratizar todas as oportunidades e os investimentos em educação, os investimentos em qualificação, os investimentos em infraestrutura de saúde, os investimentos em mobilidade urbana, os investimentos nos aeroportos. São investimentos que precisam ser feitos, que serão necessários para a Copa, mas que também deixarão benefícios duradouros à população brasileira e à população do Distrito Federal.

Por fim, Sr. Presidente, Srªs e Srs. Senadores, quero ressaltar a importância de que todos os gastos da Copa sejam feitos com o máximo de transparência, com total transparência, para que a população não tenha um entendimento equivocado de que aqueles investimentos não deveriam ter sido feitos para a realização da Copa e deveriam ter sido utilizados em obras mais urgentes, até porque a população precisa perceber que os investimentos na Copa trarão benefícios duradouros no que se refere à melhoria do emprego, à melhoria da qualificação profissional, à melhoria das oportunidades. Ela precisa ter isso muito claro. E, para isso, é muito importante que haja transparência total nos investimentos realizados em relação à Copa.

Portanto, aqui quero registrar que, na segunda-feira, dia 05 de setembro, nós realizaremos mais um curso pela Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle para os gestores de obras federais, estaduais e municipais relativas à Copa do Mundo, no sentido de dar condições para o cumprimento da decisão do Tribunal de Contas da União, em parceria com a Comissão de Fiscalização e Controle do Senado Federal, a fim de que todos os gestores coloquem, de forma minuciosa, todas as atividades e todos os gastos relativos à Copa no portal Copa Transparente. E é importante ressaltar que, em função dessa norma do Tribunal de Contas da União, todos os Ministérios, todos os bancos oficiais estão obrigados a exigir, para o repasse de qualquer recurso financeiro, que os dados das obras estejam colocados, de forma minuciosa, no portal Copa Transparente.

Nesse sentido, nós já oficiamos aos governadores de Estado, onde serão realizadas etapas da Copa, aos prefeitos municipais, onde teremos atividades, ao Ministro dos Portos, ao Presidente da Infraero, informando, lembrando a necessidade da colocação dos dados no Portal Copa Transparente, para que qualquer cidadão brasileiro, qualquer cidadão, em qualquer lugar deste País, possa acompanhar, possa controlar, possa fiscalizar os gastos, os investimentos para a realização desse evento importante, que é a Copa do Mundo.

Entendo, Sr. Presidente, Srªs e Srs. Senadores, que devemos otimizar ao máximo a utilização desses dois grandes eventos para definitivamente transformar com muita seriedade o Brasil num grande destino turístico internacional.

Este nosso País é fantástico, é um País maravilhoso, é um País inigualável. Nós temos uma diversidade natural, nós temos belezas cênicas, nós temos uma diversidade de biomas que nenhum outro país tem. Nós temos uma diversidade cultural fantástica em todas as regiões do nosso País, nós temos um povo extremamente hospitaleiro, um povo alegre, um povo que sabe receber. Portanto, faltam políticas públicas consistentes e prioridade para que efetivamente o turismo se transforme num grande vetor do desenvolvimento econômico e social deste País.

Muito obrigado, Sr. Presidente.

Fonte:
 
 
fazer comentario comentários
imprimir

 

Mais Discurso
A FACA DO FAC - [29/04/2014]
Dia do Artesão - [19/03/2014]

 
   Últimas Notícias
Cidadania
Rollemberg cobra nomeação de aprovados em concurso do Senado
Pesquisas
Rollemberg comenta pesquisa que aponta insatisfação dos brasileiros com questões básicas
Distrito Federal
Ministério Público e pesquisadores defendem manutenção da área da Embrapa Cerrados
Cidadania
Senado debate ameaça de retirada da Embrapa Cerrados
Política
PSB e Rede apresentam diretrizes de programa de governo para o DF
Ciência e Tecnologia
Embrapa inaugura Banco Genético e comemora os 41 anos da empresa
Política
Elogios a decisão do STF sobre CPI exclusiva para Petrobras
Distrito Federal
Rollemberg lembra aniversário de Brasília e prega o fim da desigualdade no DF
Política
Oposição indica servidor do Senado para vaga de ministro do TCU
Cidadania
Rollemberg: Datafolha revela declínio econômico resultante dos erros de Dilma
Educação
CPI com investigação ampla enfraquece o Legislativo, afirma Rollemberg
Meio Ambiente
Números de relatório sobre mudança climática do IPCC são alarmantes, alerta Rollemberg
PSB
Rollemberg explica posição do PSB em relação à CPI da Petrobras
Distrito Federal
Senador alerta para risco de criação de novas cidades no DF
Cidadania
Rollemberg defende regulamentação profissional de artesãos

Vídeo

 

footer_down_01