*/ Senador de Bras?lia:A importância dos pequenos partidos políticos
 
http://twitter.com/rollembergpsb http://www.facebook.com/pages/Rodrigo-Rollemberg/211341845581927 http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=3314995351568856873 http://www.youtube.com/rollembergpsb http://www.flickr.com/photos/rodrigorollemberg
 
Discursos
         
Tamanho do texto
Atualizado em :14/05/2009
A importância dos pequenos partidos políticos
 

O SR. PRESIDENTE (Marcelo Melo) - Concedo a palavra ao eminente Deputado Rodrigo Rollemberg, para uma Comunicação de Liderança, pelo PSB.

O SR. RODRIGO ROLLEMBERG (Bloco/PSB-DF. Como Líder. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Parlamentares, volto a esta tribuna, e voltarei muitas vezes, para tecer comentários sobre essa proposta, que alguns partidos pretendem apresentar a este Plenário, de retirar da população o direito de escolher os seus representantes, e com o discurso absolutamente falso de que isso seria para resgatar a importância dos partidos.

Faço uma reflexão com V.Exas. sobre se o que está faltando para recuperar a credibilidade dos partidos não é exatamente a retomada da coerência, a retomada de grandes bandeiras nacionais.

Deputado Miro Teixeira, quero fazer uma reflexão sobre os 2 maiores partidos que têm assento nesta Casa, o PMDB e o PT. Lembro a V.Exas. que o PMDB foi o partido que levantou a bandeira da redemocratização do País, a bandeira das liberdades democráticas. O PT foi o partido que cresceu defendendo a participação e o protagonismo dos trabalhadores na política, e o fez com sucesso, trazendo até a Presidência da República o Presidente Lula.

Essas bandeiras se esgotaram e cumpriram o seu papel. E esses e outros partidos, em vez de buscar novas bandeiras, bandeiras contemporâneas nesse novo mundo em que estamos vivendo, querem artificializar o processo político, retirando da população o direito de escolher.

Lembro-me, Deputado Miro Teixeira, que o Presidente da Constituinte, que tinha a admiração de todos os brasileiros, independentemente de partidos, o saudoso Deputado Ulysses Guimarães, chamava-se Senhor Diretas porque teve a oportunidade de defender eleições diretas neste País.

Quero saber, Deputado Miro Teixeira, quem será o Senhor Indiretas. Quem será aquele que comandará o movimento que retirará da população o direito de votar?

Faço um alerta ao Governo, que encaminhou, no início deste ano, uma série de projetos de reforma política, os quais procuram privilegiar os grandes partidos e reduzir a participação e a importância dos pequenos partidos.Considero, Deputado Sandro Mabel, que esse não é um assunto de Governo, mas do Parlamento. 

O Governo quer se aliar aos grandes partidos de Oposição, para reduzir a participação dos partidos médios e pequenos. Mas, ele também terá de se aliar à Oposição, ao Democratas e ao PSDB, para conseguir aprovar matérias que lhe interessam nesta Casa. E é claro que nós, que somos de partidos que querem garantir a representação popular, não vamos assistir calados e passivos àretirada desse direito elementar do povo. 

Vamos articular e organizar para obstruir a pauta de votações, porque não iremos permitir esse atentado contra a vontade popular, contra a soberania popular, contra a eleição livre econtra o voto direto, previsto claramente no art. 14 da Constituição Federal. 

Por isso faço um alerta ao Governo, que quer reduzir o número de partidos, entendendo equivocadamente que esse é o problema da política. Mas, se observarmos, veremos que os problemas ocorridos nos últimos anos não foram culpa dos partidos pequenos. Portanto, não é assim que se resolve a questão. 

O Governo fará uma opção. Caso se alie ao Democratas e demais bancadas da Oposição, terá de compreender o gesto dos partidos que querem manter a representação popular, o direito do eleitor ao voto livre. Esses partidos se reunirão e articularão, obstruindo também a pauta de votações do Governo no Congresso Nacional.

Tenho convicção, Deputado Miro Teixeira, de que devemos mobilizar a população, para que ela saiba que estão querendo retirar seu direito de escolha e dar procuração às burocracias partidárias para que partidos sem alma e sem bandeiras escolham por ela. A população não aceitará isso, assim como não aceitará a imoralidade de se querer prestigiar os atuais detentores de mandato com as primeiras colocações na lista.

Usa-se o falso argumento do problema com o sistema eleitoral. Se isso existe, como explicar que serão prestigiados, com os primeiros lugares da lista, aqueles que foram eleitos por um sistema eleitoral que eles condenam?

E lembro, mais uma vez, o Presidente Barack Obama, que fez uma revolução na política dos Estados Unidos sem modificar nenhuma regra do sistema eleitoral daquele país, porque trouxe conteúdo ao debate político e apresentou propostas. Com isso, trouxe a população.

Obrigado

Fonte:
 
 
fazer comentario comentários
imprimir

 

Mais Discurso
A FACA DO FAC - [29/04/2014]
Dia do Artesão - [19/03/2014]

 
   Últimas Notícias
Cidadania
Rollemberg cobra nomeação de aprovados em concurso do Senado
Pesquisas
Rollemberg comenta pesquisa que aponta insatisfação dos brasileiros com questões básicas
Distrito Federal
Ministério Público e pesquisadores defendem manutenção da área da Embrapa Cerrados
Cidadania
Senado debate ameaça de retirada da Embrapa Cerrados
Política
PSB e Rede apresentam diretrizes de programa de governo para o DF
Ciência e Tecnologia
Embrapa inaugura Banco Genético e comemora os 41 anos da empresa
Política
Elogios a decisão do STF sobre CPI exclusiva para Petrobras
Distrito Federal
Rollemberg lembra aniversário de Brasília e prega o fim da desigualdade no DF
Política
Oposição indica servidor do Senado para vaga de ministro do TCU
Cidadania
Rollemberg: Datafolha revela declínio econômico resultante dos erros de Dilma
Educação
CPI com investigação ampla enfraquece o Legislativo, afirma Rollemberg
Meio Ambiente
Números de relatório sobre mudança climática do IPCC são alarmantes, alerta Rollemberg
PSB
Rollemberg explica posição do PSB em relação à CPI da Petrobras
Distrito Federal
Senador alerta para risco de criação de novas cidades no DF
Cidadania
Rollemberg defende regulamentação profissional de artesãos

Vídeo

 

footer_down_01