*/ Senador de Bras?lia:Alguns exemplos que provam o sucesso do governo de Pernambuco
 
http://twitter.com/rollembergpsb http://www.facebook.com/pages/Rodrigo-Rollemberg/211341845581927 http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=3314995351568856873 http://www.youtube.com/rollembergpsb http://www.flickr.com/photos/rodrigorollemberg
 
Discursos
         
Tamanho do texto
Atualizado em :18/03/2014
Alguns exemplos que provam o sucesso do governo de Pernambuco
 
O SR. RODRIGO ROLLEMBERG (Bloco Apoio Governo/PSB - DF) – Sr. Presidente, em primeiro lugar, quero cumprimentar o Ministro Néfi Cordeiro. Também acompanhei a sabatina na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, onde ele demonstrou grande conhecimento jurídico. 

Portanto, boa sorte e parabéns! Certamente, o Superior Tribunal de Justiça ganhará muito com isso. 
 
Mas eu não posso deixar, Sr. Presidente, de me referir a uma fala feita há pouco pelo Líder Humberto Costa, Líder do PT, que afirmou que o Governo de Pernambuco tinha 29 secretarias e diminuiu para 23 apenas no último ano. Também afirmou que somente agora, por interesses eleitorais, o Governador Eduardo Campos tem reduzido o número de cargos comissionados.

O Líder do PT, Sr. Presidente, omitiu os dados da Pesquisa de Informações Básicas Estaduais, divulgadas nesta semana pelo IBGE. A pesquisa mostra que o Governo de Pernambuco foi o que mais diminuiu o número de cargos comissionados em 2013. Fez isso durante todo o ano passado, muito antes de qualquer debate eleitoral. Não foi uma decisão de última hora. A redução foi de 42,5%. Havia 3.390 cargos comissionados em 2012, ou seja, servidores e empregados sem concurso. Esse número caiu para 1.948 em 2013.

Ao contrário de Pernambuco, a maioria dos outros Estados da Federação contratou mais servidores sem concurso. Só em 2013, foram 10 mil cargos comissionados a mais em todo o País, um aumento de 3,5%. O Governo Federal também tem se utilizado dessa prática, que fragiliza a Administração Pública. Nos últimos dez anos, o número de cargos de livre provimento no Poder Executivo Federal passou de 17 mil para mais de 22 mil.

Outro dado da pesquisa do IBGE coloca o Estado de Pernambuco em posição de destaque. Em 2013, Pernambuco ficou em terceiro lugar entre aqueles que mais investiram na área de saúde. Foram destinados 16,2% do orçamento na área.
 
Humberto Costa também criticou a afirmativa do Governador Eduardo Campos de que o Governo Federal distribui cargos como bananas e laranjas. O Líder do PT alega que o PSB também ocupou cargos no Governo e que no presidencialismo de coalizão isso é necessário.
 
Eu apenas quero lembrar que, neste momento, o Governo sequer consegue administrar a sua base. Não consegue fazer uma sessão do Congresso, por problemas com a sua base, por falta de diálogo entre a Presidenta e a sua base, o que é absolutamente o contrário do que acontece em Pernambuco.

O Líder do PT, Senador Humberto Costa, também afirma que os dados positivos do crescimento do emprego mudaram o tom do debate. Segundo ele, a oposição deixou de criticar a política econômica e tem abordado outros temas. Também nesse aspecto há divergências. É verdade que os dados do emprego têm se mantido positivos; entretanto, ao mesmo tempo, vemos uma pressão inflacionária altíssima, que começa a corroer o poder de compra dos trabalhadores, sobretudo na cesta básica, que atinge mais fortemente os trabalhadores mais pobres.

Não é necessário apenas garantir os empregos, mas também garantir a estabilidade econômica. Por fim, o Líder do PT, Humberto Costa, citou a pesquisa que mostra a aprovação da Copa do Mundo pela população de Pernambuco. É importante registrar que a aprovação é em Pernambuco, mas que, no Brasil, para 75,8% dos entrevistados, os investimentos para a realização da Copa foram desnecessários. Oitenta por cento discordaram dos investimentos realizados na construção dos estádios, e talvez, Sr. Presidente, Senador Inácio, a população de Pernambuco aplauda a realização da Copa porque lá o estádio foi orçado e construído no valor de R$500 milhões. 
 
O Senador Wellington Dias aqui traz a informação do estádio do Distrito Federal, que, segundo ele, só custou R$1,4 bilhão. Ele diz que a primeira parte do estádio, R$700 milhões, palavras do Senador Wellington Dias, foram para construir o esqueleto do estádio. Ora, R$700 milhões para construir um esqueleto, enquanto na Bahia do Senador Walter Pinheiro e da Senadora Lídice da Mata o estádio todo foi construído por R$600 milhões, em Pernambuco foi construído com R$500 milhões, e seja R$1,4 bilhão ou quase R$2 bilhões, como mostra o Tribunal de Contas do Distrito Federal, o fato grave é que os auditores do Tribunal de Contas do Distrito Federal apontam em relatório um sobrepreço de R$431 milhões, num estádio em que a cobertura já tem goteiras. As fotos mostram pessoas assistindo a um jogo no Distrito Federal, em dia de chuva, de guarda-chuva na parte coberta.

Quero lembrar que, para um Governo que praticamente não construiu creches, R$431 milhões poderiam ser usados para construir 243 creches em tempo integral para 120 alunos, ou poderiam ser construídas mais de 500 unidades básicas de saúde de nível 4, com quatro equipes completas de atenção básica. 

Portanto, esses são os dados concretos do estádio de Brasília. Ou o esqueleto por R$700 milhões de reais ou o estádio incompleto por R$1,4 bilhão ou um estádio de R$2 bilhões. O fato é que, qualquer que seja o preço, com um superfaturamento identificado de R$431 milhões.
Fonte:
 
 
fazer comentario comentários
imprimir

 

Mais Discurso
A FACA DO FAC - [29/04/2014]
Dia do Artesão - [19/03/2014]

 
   Últimas Notícias
Cidadania
Rollemberg cobra nomeação de aprovados em concurso do Senado
Pesquisas
Rollemberg comenta pesquisa que aponta insatisfação dos brasileiros com questões básicas
Distrito Federal
Ministério Público e pesquisadores defendem manutenção da área da Embrapa Cerrados
Cidadania
Senado debate ameaça de retirada da Embrapa Cerrados
Política
PSB e Rede apresentam diretrizes de programa de governo para o DF
Ciência e Tecnologia
Embrapa inaugura Banco Genético e comemora os 41 anos da empresa
Política
Elogios a decisão do STF sobre CPI exclusiva para Petrobras
Distrito Federal
Rollemberg lembra aniversário de Brasília e prega o fim da desigualdade no DF
Política
Oposição indica servidor do Senado para vaga de ministro do TCU
Cidadania
Rollemberg: Datafolha revela declínio econômico resultante dos erros de Dilma
Educação
CPI com investigação ampla enfraquece o Legislativo, afirma Rollemberg
Meio Ambiente
Números de relatório sobre mudança climática do IPCC são alarmantes, alerta Rollemberg
PSB
Rollemberg explica posição do PSB em relação à CPI da Petrobras
Distrito Federal
Senador alerta para risco de criação de novas cidades no DF
Cidadania
Rollemberg defende regulamentação profissional de artesãos

Vídeo

 

footer_down_01