*/ Senador de Bras?lia:Reflexões a respeito do programa espacial brasileiro
 
http://twitter.com/rollembergpsb http://www.facebook.com/pages/Rodrigo-Rollemberg/211341845581927 http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=3314995351568856873 http://www.youtube.com/rollembergpsb http://www.flickr.com/photos/rodrigorollemberg
 
Discursos
         
Tamanho do texto
Atualizado em :19/03/2009
Reflexões a respeito do programa espacial brasileiro
 
O SR. RODRIGO ROLLEMBERG (Bloco/PSB-DF. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, congratulo-me com o Deputado Paes Landim, a quem agradeço as palavras carinhosas e elogiosas. S.Exa. tem compromisso com o Estado do Piauí e com toda aquela região da Serra da Capivara, com o Museu do Homem Americano.

Reconheço o belo trabalho desenvolvido pela pesquisadora Niéde Guidon. Deputado Paes Landim, tive oportunidade de conversar com o Ministro Sérgio Rezende. S.Exa. o receberá com muito prazer na próxima quarta-feira, para tratar desse tema tão relevante.

Quero aproveitar esta boa oportunidade para cumprimentar o Conselho de Altos Estudos desta Casa pela reunião realizada ontem com o Sr. Gilberto Câmara, Diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais — INPE.

Foi um momento importante para fazermos uma reflexão, Deputados Rômulo Gouveia e José Fernando, sobre o Programa Espacial Brasileiro. Poucos países do mundo detêm tecnologia e conhecimento para a produção de satélites, e o Brasil já dispõe.

Hoje o INPE desenvolve, em parceria com a China, o CBRES, um satélite de monitoramento — está no espaço neste momento o CBERS-2, e se prepara o lançamento do CBERS-3. E vem desenvolvendo o Satélite Amazônia. As aplicações são várias e todas elas absolutamente importantes, seja para o monitoramento do clima e do desmatamento em tempo real, seja para a previsão de safras agrícolas, de catástrofes naturais, de eventos climáticos extremos, seja até para o planejamento e para a organização urbana. 

Quero me congratular com a equipe científica do INPE pelos relevantes serviços prestados ao País.
Mas, Sr. Presidente, Sras. e Srs. Parlamentares, não posso deixar de demonstrar a minha indignação diante da indefinição do Programa Espacial Brasileiro no que se refere à construção do Centro de Lançamento de Alcântara.

Acho que questões menores dentro do próprio Governo têm impedido o Brasil de implantar um centro de lançamento de foguetes, de estar no seleto grupo de países que dispõe de tecnologia para produzir satélites e para lançá-los. O nosso País detém a tecnologia de produção de satélites e dispõe do melhor lugar do mundo para o lançamento, pela proximidade com a Linha do Equador. 

Ora, não podemos admitir que os interesses estratégicos do País fiquem em segundo plano. O Brasil está perdendo o trem da história, está perdendo o foguete da história. Faço um apelo para o Presidente Lula, a fim de que, com sua autoridade, com sua visão de estadista, reúna todas as instituições e todos os órgãos do Governo e tome decisão definitiva em relação ao Programa Espacial Brasileiro.

O fato de podermos lançar os nossos satélites, pela proximidade com a Linha do Equador, de podermos ter maior carga nesses foguetes, de utilizar parte bem menor do foguete para armazenamento de combustível, certamente trará inúmeros benefícios ao País. 

Um dos temas que o Presidente Michel Temer está disposto a trazer ao debate nesta Casa é exatamente o novo enfoque sobre a Defesa Civil, em face das mudanças climáticas, uma vez que deveremos ter políticas de mitigação e de adaptação aos efeitos climáticos. E uma das questões mais importantes a se tratar é a da prevenção por meio de dados científicos cada vez mais precisos.

Deixo registrados os meus cumprimentos ao Presidente do Conselho de Altos Estudos, Deputado Inocêncio Oliveira, por aceitar a minha sugestão de convidar para a próxima reunião o ex-Ministro Roberto Amaral, atual Diretor da Alcântara Cyclone Space, empresa binacional resultante de tratado firmado entre Brasil e Ucrânia, para aprofundar este debate. Creio que vamos resolver definitivamente os impasses e deslanchar o Programa Espacial Brasileiro.

Aproveito a oportunidade, Sr. Presidente, se V.Exa. me der mais 1 minuto, para reiterar a minha confiança no Governo Federal, no Ministro do Planejamento, Paulo Bernardo. Espero que até o final deste mês o Governo envie ao Congresso Nacional proposta de recomposição do orçamento da área de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Já tive oportunidade de mostrar o exemplo norte-americano: o Presidente Barack Obama tem ampliado os investimentos em Ciência, Tecnologia e Inovação por serem instrumentos fundamentais para a superação da crise financeira mundial e a construção de uma nova realidade. E o Brasil pode sair diferente desta crise, ou seja, muito melhor no âmbito internacional.

Muito obrigado, Sr. Presidente, Sras. e Srs. Parlamentares.
Fonte:
 
 
fazer comentario comentários
imprimir

 

Mais Discurso
A FACA DO FAC - [29/04/2014]
Dia do Artesão - [19/03/2014]

 
   Últimas Notícias
Cidadania
Rollemberg cobra nomeação de aprovados em concurso do Senado
Pesquisas
Rollemberg comenta pesquisa que aponta insatisfação dos brasileiros com questões básicas
Distrito Federal
Ministério Público e pesquisadores defendem manutenção da área da Embrapa Cerrados
Cidadania
Senado debate ameaça de retirada da Embrapa Cerrados
Política
PSB e Rede apresentam diretrizes de programa de governo para o DF
Ciência e Tecnologia
Embrapa inaugura Banco Genético e comemora os 41 anos da empresa
Política
Elogios a decisão do STF sobre CPI exclusiva para Petrobras
Distrito Federal
Rollemberg lembra aniversário de Brasília e prega o fim da desigualdade no DF
Política
Oposição indica servidor do Senado para vaga de ministro do TCU
Cidadania
Rollemberg: Datafolha revela declínio econômico resultante dos erros de Dilma
Educação
CPI com investigação ampla enfraquece o Legislativo, afirma Rollemberg
Meio Ambiente
Números de relatório sobre mudança climática do IPCC são alarmantes, alerta Rollemberg
PSB
Rollemberg explica posição do PSB em relação à CPI da Petrobras
Distrito Federal
Senador alerta para risco de criação de novas cidades no DF
Cidadania
Rollemberg defende regulamentação profissional de artesãos

Vídeo

 

footer_down_01