*/ Senador de Bras?lia:Aposentadoria do engenheiro Ozanan Coelho
 
http://twitter.com/rollembergpsb http://www.facebook.com/pages/Rodrigo-Rollemberg/211341845581927 http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=3314995351568856873 http://www.youtube.com/rollembergpsb http://www.flickr.com/photos/rodrigorollemberg
 
Discursos
         
Tamanho do texto
Atualizado em :05/03/2009
Aposentadoria do engenheiro Ozanan Coelho
 
O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Concedo a palavra ao ilustre Deputado Rodrigo Rollemberg, em seguida, Deputado Chico Lopes.

O SR. RODRIGO ROLLEMBERG (Bloco/PSB-DF. Sem revisão do orador.) Sr. Presidente, registro que o engenheiro Ozanan Coelho, da NOVACAP de Brasília, aposentou-se esta semana. Normalmente a aposentadoria éum ato corriqueiro, mas, em se tratando de Ozanan Coelho — pessoa muito querida na cidade — , não é. 

Em primeiro lugar, porque foi um servidor público exemplar; em segundo, porque há dezenas de anos Ozanan cuida de todos os jardins e de todo ajardinamento da cidade. Devemos a ele a beleza dessa cidade parque. Muito obrigado, Ozanan.Quero também aqui registrar artigo hoje publicado pelo Presidente Lula, no Correio Braziliense, onde demonstra a expansão do ensino técnico e tecnológico em todo o Brasil.

Ensino esse que completa 100 anos este ano. Ao longo de muitos anos até 2002, tivemos apenas 140 escolas técnicas construídas no Brasil. E até 2010, teremos mais 214 perfazendo o total de escolas técnicas de todo o Brasil, mostrando toda expansão deste seguimento para qualificação profissional em nosso País. Aliás, tema muito bem abordado ontem pelo Deputado Ciro Gomes, numa conferência sobre a crise da necessidade de o Brasil investir em qualificação profissional. 

Agradeço mais uma vez ao Presidente Lula pelo fato de que o Distrito Federal estará recebendo 5 escolas técnicas. Já inauguramos a Escola Agrotécnica de Planaltina, teremos uma na Plano Piloto, uma emSamambaia, uma em Taguatinga e outra no Gama.

Fica aqui, mais uma vez, registrado o agradecimento da população de Brasília, pela expansão do ensino técnico e tecnológico, não apenas no Distrito Federal, mas em todo o Brasil.

Era o que tinha a dizer.

(PRONUNCIAMENTO ENCAMINHADO PELO GABINETE)

O SR. RODRIGO ROLLEMBERG (Bloco/PSB-DF. Pronuncia o seguinte discurso.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, no dia de ontem, o engenheiro, jardineiro e servidor público da Novacap, Ozanan Coelho, comunicou, em entrevista coletiva, sua decisão de se aposentar. Normalmente, a aposentadoria de um trabalhador é vista tão-somente como um fato corriqueiro, algo pelo qual todos nós temos que passar um dia.

Ozanan, porém, era um servidor especial. Não somente por sua exemplar dedicação ao bem-comum, mas também pelos frutos do seu trabalho: os jardins de Brasília. Com toda a sua competência e sensibilidade, Ozanan aproveitou os espaços generosamente previstos pelo projeto de Lucio Costa, que concebeu Brasília como cidade-parque, para cultivar canteiros de flores e os mais belos ipês, flamboyants, sapucaias, quaresmeiras e outras centenas de espécies de árvores. 

Foi simplesmente de suas mãos e de seu engenho que saiu toda a exuberância vegetal da Capital da República, que encanta seus moradores e visitantes e faz desta cidade um lugar mais humano. Deixo aqui meu abraço fraternal e minha homenagem mais que justa a este verdadeiro herói do verde e da beleza.

Quero também saudar o presidente Lula que publica na edição de hoje do Correio Braziliense um artigo com relevantes informações sobre a expansão do ensino técnico e superior no Brasil. As iniciativas do governo Lula nessa área são dignas dos maiores elogios e apontam para o enfrentamento adequado de uma questão crucial para um país que almeja melhorar sua competitividade no ambiente econômico mundial: a produção e difusão do conhecimento.

O presidente relembra que, se de 1909 a 2002, foram construídas em nosso país 140 escolas técnicas, só em seu governo estão sendo implantadas 214 novas escolas, o que significa que, no final de 2010, o país contarácom 354 unidades. No que se refere ao ensino superior, o artigo salienta a criação de novas universidades e quase uma centena de extensões universitárias, estas últimas em cidades do interior. Com isso, os jovens egressos do ensino médio dos menores municípios do Brasil podem fazer seu curso superior com um enfoque que privilegia as necessidades específicas da sua região.

A propósito do Reuni, o presidente Lula ressaltou o aumento da proporção de alunos/professores de 12/1 para 18/1, e a duplicação de vagas de ingresso nas universidades federais, que de 113 mil passaram a 227 mil. Quanto aos dados referentes ao Programa Universidade para Todos (Prouni), baseado na concessão de bolsas de estudo integrais e parciais para universidades privadas, que contempla jovens com renda familiar per capita de até três salários mínimos, o presidente sublinhou o fato de, desde 2004 atéhoje, terem sido beneficiados mais de 430 mil estudantes, dos quais 70% com bolsas integrais.

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, os números demonstram que, do ponto de vista quantitativo, os avanços do Brasil são gigantescos. E cada vez mais nossos desafios se concentram na difícil e incontornável fronteira da qualidade e da produção do conhecimento de ponta. Foram precisamente nesse sentido as palavras ontem proferidas pelo meu companheiro de partido, o deputado Ciro Gomes, em brilhante conferência acerca dos perigos e oportunidades engendrados pela crise econômico-financeira mundial, atualmente em curso. 

Segundo Ciro, sem investimentos maciços em qualificação intelectual e profissional e em inovação tecnológica, o Brasil não terá condições de ocupar a posição que lhe é devida no cenário internacional. Em meio a esse ambiente, em que a celebração pelos avanços conquistados faz todo o sentido e em que novas e complexas tarefas se apresentam, as palavras finais do nosso presidente em seu artigo, garantindo que não deslocará um centavo da educação para sustentar medidas de combate à crise econômica, infundem confiança e otimismo em todos aqueles que localizam na educação um caminho privilegiado para o rompimento com o atraso e a injustiça social.
Fonte:
 
 
fazer comentario comentários
imprimir

 

Mais Discurso
A FACA DO FAC - [29/04/2014]
Dia do Artesão - [19/03/2014]

 
   Últimas Notícias
Cidadania
Rollemberg cobra nomeação de aprovados em concurso do Senado
Pesquisas
Rollemberg comenta pesquisa que aponta insatisfação dos brasileiros com questões básicas
Distrito Federal
Ministério Público e pesquisadores defendem manutenção da área da Embrapa Cerrados
Cidadania
Senado debate ameaça de retirada da Embrapa Cerrados
Política
PSB e Rede apresentam diretrizes de programa de governo para o DF
Ciência e Tecnologia
Embrapa inaugura Banco Genético e comemora os 41 anos da empresa
Política
Elogios a decisão do STF sobre CPI exclusiva para Petrobras
Distrito Federal
Rollemberg lembra aniversário de Brasília e prega o fim da desigualdade no DF
Política
Oposição indica servidor do Senado para vaga de ministro do TCU
Cidadania
Rollemberg: Datafolha revela declínio econômico resultante dos erros de Dilma
Educação
CPI com investigação ampla enfraquece o Legislativo, afirma Rollemberg
Meio Ambiente
Números de relatório sobre mudança climática do IPCC são alarmantes, alerta Rollemberg
PSB
Rollemberg explica posição do PSB em relação à CPI da Petrobras
Distrito Federal
Senador alerta para risco de criação de novas cidades no DF
Cidadania
Rollemberg defende regulamentação profissional de artesãos

Vídeo

 

footer_down_01