*/ Senador de Bras?lia:Prostituição infantil na rodoviária do Distrito Federal
 
http://twitter.com/rollembergpsb http://www.facebook.com/pages/Rodrigo-Rollemberg/211341845581927 http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=3314995351568856873 http://www.youtube.com/rollembergpsb http://www.flickr.com/photos/rodrigorollemberg
 
Discursos
         
Tamanho do texto
Atualizado em :25/09/2008
Prostituição infantil na rodoviária do Distrito Federal
 

O SR. RODRIGO ROLLEMBERG (Bloco/PSB-DF. Sem revisão do orador.) - Muito obrigado, Sr. Presidente, Sras. e Srs. Parlamentares, prezados visitantes que visitam o Congresso Nacional brasileiro.

Sr. Presidente, é com muito indignação que subo a tribuna na tarde de hoje para comentar uma série de reportagens que o Correio Braziliense vem publicando acerca da prostituição infantil na rodoviária do Distrito Federal. Aqui no pleno centro de poder da Capital da República é realmente hediondo ver a exploração sexual da forma mais violenta, mais degradadora que se pode imaginar.

Aproveito para cumprimentar o Correio Braziliense pelas séries de matérias porque me parece que as autoridades do Distrito Federal precisam ser alertadas pela imprensa para tomarem providências sobre um tema de tamanha gravidade que envergonha a Nação brasileira.

A Constituição Federal brasileira, no seu art. 227 determina: é dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.

Parece que no caso do Distrito Federal se resolveu, com a omissão das autoridades do governo do Distrito Federal, desrespeitar a Constituição em todos esses mandamentos. Porque é negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade, opressão, o que assistimos aqui nas barbas do poder.

E é interessante, que depois dessas denúncias, o Governador do Distrito Federal vem à público dizer que vai tomar providências. E eu faço uma pergunta aos Parlamentares desta Casa: será que só agora, 1 ano e 8 meses depois do início do governo, é que o Governador está tomando conhecimento desses problemas que acontecem na rodoviária do Distrito Federal?

Não podemos perder a nossa capacidade de indignação ao vermos, nas matérias publicadas no Correio Braziliense, crianças de até 9 anos se prostituindo por 3 reais, para suprir vontade de comerciantes, políticos e de quem quer que seja, utilizando os espaços da Capital da República. Onde está o policiamento do Distrito Federal? Onde estão os programas sociais do Distrito Federal?

E aqui faço uma pergunta às autoridades do governo do Distrito Federal. Onde é que estavam ao longo desse 1 ano e 8 meses de governo? Quando, Deputado José Edmar, foram destinados no orçamento do Distrito Federal, ínfimos 69 mil reais para combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Embora essa quantia seja ínfima, nenhum centavo, nenhum centavo, foi gasto pelo governo do Distrito Federal.

Segundo dados do seminário realizado em julho passado do Fórum dos Direitos da Criança e do Adolescente, para a assistência ao adolescente foram destinados 3,8 milhões de reais, mas nenhum centavo foi gasto pelo Governo do Distrito Federal. Mas agora, com as denúncias publicadas por um jornal da cidade, o Governo acordou e vai tomar providências? Ou será que apenas vai anunciar que tomará providências, esperando que o assunto saia da mídia e a vida volte a essa normalidade degradante?

Vamos acompanhar de perto para saber quais são as medidas efetivas que o Governo do Distrito Federal vai tomar em relação a essas denúncias feitas pelo Correio Braziliense.  Não podemos admitir, em qualquer canto do País, uma degradação, uma violência, uma afronta à dignidade humana como essa. Muito menos aqui, no coração da República, na Capital do nosso País. 

Isso é um desrespeito a todos os moradores desta cidade, a todos os moradores deste País e a todos aqueles que acreditam no sonho de Juscelino Kubitscheck de construir uma cidade que fosse a vanguarda de um país que respeitasse os direitos dos seres humanos, os direitos da criança e do adolescente.

Muito obrigado, Sr. Presidente.

O SR. PRESIDENTE (Pedro Wilson) - Associo-me à indignação do Deputado Rodrigo Rollemberg, que nos faz ficar assustados com as reportagens, e parabenizo, mais uma vez, o Correio Braziliense.

Solidarizo-me com V.Exa. porque, no centro dos Poderes da República, vemos crianças, que serão o futuro da República brasileira, serem vítimas dessa violência que está estabelecida.

Fonte:
 
 
fazer comentario comentários
imprimir

 

Mais Discurso
A FACA DO FAC - [29/04/2014]
Dia do Artesão - [19/03/2014]

 
   Últimas Notícias
Cidadania
Rollemberg cobra nomeação de aprovados em concurso do Senado
Pesquisas
Rollemberg comenta pesquisa que aponta insatisfação dos brasileiros com questões básicas
Distrito Federal
Ministério Público e pesquisadores defendem manutenção da área da Embrapa Cerrados
Cidadania
Senado debate ameaça de retirada da Embrapa Cerrados
Política
PSB e Rede apresentam diretrizes de programa de governo para o DF
Ciência e Tecnologia
Embrapa inaugura Banco Genético e comemora os 41 anos da empresa
Política
Elogios a decisão do STF sobre CPI exclusiva para Petrobras
Distrito Federal
Rollemberg lembra aniversário de Brasília e prega o fim da desigualdade no DF
Política
Oposição indica servidor do Senado para vaga de ministro do TCU
Cidadania
Rollemberg: Datafolha revela declínio econômico resultante dos erros de Dilma
Educação
CPI com investigação ampla enfraquece o Legislativo, afirma Rollemberg
Meio Ambiente
Números de relatório sobre mudança climática do IPCC são alarmantes, alerta Rollemberg
PSB
Rollemberg explica posição do PSB em relação à CPI da Petrobras
Distrito Federal
Senador alerta para risco de criação de novas cidades no DF
Cidadania
Rollemberg defende regulamentação profissional de artesãos

Vídeo

 

footer_down_01