*/ Senador de Bras?lia:Inauguração da nova sede da Embrapa Agroenergia
 
http://twitter.com/rollembergpsb http://www.facebook.com/pages/Rodrigo-Rollemberg/211341845581927 http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=3314995351568856873 http://www.youtube.com/rollembergpsb http://www.flickr.com/photos/rodrigorollemberg
 
Discursos
         
Tamanho do texto
Atualizado em :02/12/2010
Inauguração da nova sede da Embrapa Agroenergia
 

O SR. PRESIDENTE (Paes de Lira) - Concedo a palavra, para uma Comunicação de Liderança, pelo Bloco PSB/PCdoB/PRB, ao ilustre Deputado Rodrigo Rollemberg.

Comunico que, após o pronunciamento do Deputado Rodrigo Rollemberg, falará no Grande Expediente o ilustre Deputado Mário de Oliveira.

O SR. RODRIGO ROLLEMBERG (Bloco/PSB-DF. Como Líder. Sem revisão do orador.) - Prezado Presidente, a quem agradeço a gentileza de me conceder a palavra, prezados Parlamentares, Sras. e Srs. Deputados.

Eu quero dizer, Sr. Presidente, que hoje pela manhã eu vivi um momento de profunda emoção, de muita honradez, muita honra e de muito orgulho ao participar da inauguração do centro da EMBRAPA Agroenergia aqui no Distrito Federal.

Digo isso porque, além de todas as razões de importância estratégica de o País estar inaugurando um centro que será um centro de excelência em pesquisa sobre agroenergia — que eu considero o nosso pré-sal verde, o nosso pré-sal sustentável, e o Brasil será uma potência ambiental em função de todo o desenvolvimento científico e tecnológico que vem sendo realizado nessa área, graças à decisão firme do Presidente Lula — , eu tive a oportunidade de vivenciar, de compartilhar, de contribuir para a construção desse centro da EMBRAPA desde o primeiro momento. Tive o privilégio de participar da equipe do Ministério de Ciência e Tecnologia, primeiro sob a liderança do Ministro Eduardo Campos, depois sob a liderança do Ministro Sérgio Rezende, e fui Presidente do Fundo Setorial do Agronegócio, quando, cerca de 5 ou 6 anos atrás, decidimos aportar os primeiros recursos para a construção do centro da EMBRAPA Agroenergia.

Naquela ocasião, tivemos o apoio e a colaboração decidida de grandes brasileiros, como o Sílvio Crestana, que à época era um dos representantes da comunidade científica no Conselho Gestor do Fundo do Agronegócio, e o ex-Ministro Alysson Paulinelli, que representava o setor produtivo no Comitê Gestor do Fundo Setorial do Agronegócio.

Depois de todos aqueles esforços realizados tivemos apoio decidido da bancada do Distrito Federal, que aportou mais recursos para a construção do centro. Tivemos, posteriormente, mais apoio do Ministério da Ciência e Tecnologia, por meio da FINEP, para financiar as plataformas tecnológicas. Hoje, realizei um sonho, não meu, mas do povo brasileiro, que mostra como a ação política pode resultar em dividendos, ganhos estratégicos para a população brasileira.

Eu tive a convicção, naquele momento, de que estava vivendo um momento histórico, em que o Brasil ao investir em conhecimento, desenvolvimento científico e tecnológico, inovação, se torna mais competitivo no cenário mundial na produção de agroenergia.

Haverá ali várias linhas de pesquisa sobre etanol, biodiesel, florestas energéticas, utilização de resíduos na agricultura para a produção de agroenergia. Mas tenho a convicção de que essa instituição que orgulha os brasileiros, que tem contribuído para ofertar alimentos de boa qualidade a todos, especialmente produzidos em países tropicais como o Brasil, agora dará uma grande contribuição não apenas ao povo brasileiro, mas a toda humanidade, por ampliar e aprofundar as pesquisas no que se refere à produção de energia limpa, renovável, que ao contrário de produzir carbono, sequestra carbono. Portanto, trata-se de uma energia que contribuirá para que o Brasil se transforme em uma potência ambiental.

Parabenizo o ex-Ministro Eduardo Campos, o Ministro Sérgio Rezende. Não posso deixar de lembrar os demais Ministros da agricultura desse período, especialmente Roberto Rodrigues, Guedes, Reinhold Stephanes, Wagner Rossi, o então representante da comunidade científica do Fundo Setorial do Agronegócio, Sílvio Crestana, posteriormente Presidente da EMBRAPA, o atual Presidente da EMBRAPA, Dr. Pedro Arraes, de forma especial o Dr. Frederico Durães, Chefe do Centro EMBRAPA Agroenergia e todos os pesquisadores e funcionários da EMBRAPA.

Esse é o maior patrimônio dessa empresa nacional. São os recursos humanos que vêm transformando a realidade da agricultura tropical em nosso País e no mundo.

A EMBRAPA está de parabéns, o Presidente Lula está de parabéns como grande maestro dessa orquestra, como grande entusiasta do Programa de Água e Energia brasileiro. O povo brasileiro está de parabéns.

Muito obrigado.

Fonte:
 
 
fazer comentario comentários
imprimir

 

Mais Discurso
A FACA DO FAC - [29/04/2014]
Dia do Artesão - [19/03/2014]

 
   Últimas Notícias
Cidadania
Rollemberg cobra nomeação de aprovados em concurso do Senado
Pesquisas
Rollemberg comenta pesquisa que aponta insatisfação dos brasileiros com questões básicas
Distrito Federal
Ministério Público e pesquisadores defendem manutenção da área da Embrapa Cerrados
Cidadania
Senado debate ameaça de retirada da Embrapa Cerrados
Política
PSB e Rede apresentam diretrizes de programa de governo para o DF
Ciência e Tecnologia
Embrapa inaugura Banco Genético e comemora os 41 anos da empresa
Política
Elogios a decisão do STF sobre CPI exclusiva para Petrobras
Distrito Federal
Rollemberg lembra aniversário de Brasília e prega o fim da desigualdade no DF
Política
Oposição indica servidor do Senado para vaga de ministro do TCU
Cidadania
Rollemberg: Datafolha revela declínio econômico resultante dos erros de Dilma
Educação
CPI com investigação ampla enfraquece o Legislativo, afirma Rollemberg
Meio Ambiente
Números de relatório sobre mudança climática do IPCC são alarmantes, alerta Rollemberg
PSB
Rollemberg explica posição do PSB em relação à CPI da Petrobras
Distrito Federal
Senador alerta para risco de criação de novas cidades no DF
Cidadania
Rollemberg defende regulamentação profissional de artesãos

Vídeo

 

footer_down_01