*/
 
http://twitter.com/rollembergpsb http://www.facebook.com/pages/Rodrigo-Rollemberg/211341845581927 http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=3314995351568856873 http://www.youtube.com/rollembergpsb http://www.flickr.com/photos/rodrigorollemberg
 
Artigos
         
Tamanho do texto
Atualizado em :03/09/2009

Uma situação inaceitável

Auditoria do Denasus informa que dos cerca de R$ 378 milhões enviados pelo governo federal ao GDF para a área de saúde, em 2008, R$ 238 milhões estavam aplicados, até março deste ano, no Banco de Brasília (BRB)

A população do Distrito Federal está chocada diante dos dados revelados pela auditoria do Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde (Denasus): dos cerca de R$ 378 milhões enviados pelo governo federal ao GDF em 2008, R$ 238 milhões estavam aplicados, até março deste ano, no Banco de Brasília (BRB).

O Denasus mostrou ainda que parte dos recursos voltados ao Programa Saúde da Família, combate à aids, agentes comunitários de saúde, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e compra de medicamentos não são efetivamente empregados e permanecem aplicados, ano após ano, no BRB. Sem falar nos mais de R$ 22 milhões que deveriam ter sido utilizados em consultas, vacinas, pré-natal e parto e, em vez disso, foram depositados no banco.

A maioria dos cidadãos do Brasil e do DF não dispõe de planos de saúde, tampouco de condições financeiras para contratar serviços médicos e odontológicos privados. O SUS, portanto, é sua única alternativa. Como o dinheiro não vai para onde deve, uma grande quantidade de seres humanos padece diariamente com a precariedade dos hospitais e demais unidades de saúde do DF.

Isso é verdadeiramente desumano. Mais que descompromisso, essa situação absurda denota falta de solidariedade e compaixão por aqueles que mais precisam dos serviços públicos de saúde. Como bem observou o promotor Jairo Bisol, os danos causados às pessoas são irreparáveis e é indispensável apurar e punir os responsáveis.

A inscrição, na Constituição Federal, da saúde como direito de todos e responsabilidade do Estado é uma das maiores conquistas sociais da história do país. A retenção dos recursos públicos destinados à saúde faz pouco da longa e árdua luta que culminou na construção do SUS e uma afronta a um povo que conquista gradualmente e a duras penas seu espaço de cidadania.

Fonte:


fazer comentario comentários
imprimir
Compartilhe

 

Mais Artigos

 
   Últimas Notícias
Pesquisas
Rollemberg comenta pesquisa que aponta insatisfação dos brasileiros com questões básicas
Distrito Federal
Ministério Público e pesquisadores defendem manutenção da área da Embrapa Cerrados
Cidadania
Senado debate ameaça de retirada da Embrapa Cerrados
Política
PSB e Rede apresentam diretrizes de programa de governo para o DF
Ciência e Tecnologia
Embrapa inaugura Banco Genético e comemora os 41 anos da empresa
Política
Elogios a decisão do STF sobre CPI exclusiva para Petrobras
Distrito Federal
Rollemberg lembra aniversário de Brasília e prega o fim da desigualdade no DF
Política
Oposição indica servidor do Senado para vaga de ministro do TCU
Cidadania
Rollemberg: Datafolha revela declínio econômico resultante dos erros de Dilma
Educação
CPI com investigação ampla enfraquece o Legislativo, afirma Rollemberg

Vídeo

 

footer_down_01