*/
 
http://twitter.com/rollembergpsb http://www.facebook.com/pages/Rodrigo-Rollemberg/211341845581927 http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=3314995351568856873 http://www.youtube.com/rollembergpsb http://www.flickr.com/photos/rodrigorollemberg
 
Artigos
         
Tamanho do texto
Atualizado em :03/09/2009

Uma situação inaceitável

Auditoria do Denasus informa que dos cerca de R$ 378 milhões enviados pelo governo federal ao GDF para a área de saúde, em 2008, R$ 238 milhões estavam aplicados, até março deste ano, no Banco de Brasília (BRB)

A população do Distrito Federal está chocada diante dos dados revelados pela auditoria do Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde (Denasus): dos cerca de R$ 378 milhões enviados pelo governo federal ao GDF em 2008, R$ 238 milhões estavam aplicados, até março deste ano, no Banco de Brasília (BRB).

O Denasus mostrou ainda que parte dos recursos voltados ao Programa Saúde da Família, combate à aids, agentes comunitários de saúde, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e compra de medicamentos não são efetivamente empregados e permanecem aplicados, ano após ano, no BRB. Sem falar nos mais de R$ 22 milhões que deveriam ter sido utilizados em consultas, vacinas, pré-natal e parto e, em vez disso, foram depositados no banco.

A maioria dos cidadãos do Brasil e do DF não dispõe de planos de saúde, tampouco de condições financeiras para contratar serviços médicos e odontológicos privados. O SUS, portanto, é sua única alternativa. Como o dinheiro não vai para onde deve, uma grande quantidade de seres humanos padece diariamente com a precariedade dos hospitais e demais unidades de saúde do DF.

Isso é verdadeiramente desumano. Mais que descompromisso, essa situação absurda denota falta de solidariedade e compaixão por aqueles que mais precisam dos serviços públicos de saúde. Como bem observou o promotor Jairo Bisol, os danos causados às pessoas são irreparáveis e é indispensável apurar e punir os responsáveis.

A inscrição, na Constituição Federal, da saúde como direito de todos e responsabilidade do Estado é uma das maiores conquistas sociais da história do país. A retenção dos recursos públicos destinados à saúde faz pouco da longa e árdua luta que culminou na construção do SUS e uma afronta a um povo que conquista gradualmente e a duras penas seu espaço de cidadania.

Fonte:


fazer comentario comentários
imprimir
Compartilhe

 

Mais Artigos

 
   Últimas Notícias
Cidadania
Rollemberg cobra nomeação de aprovados em concurso do Senado
Pesquisas
Rollemberg comenta pesquisa que aponta insatisfação dos brasileiros com questões básicas
Distrito Federal
Ministério Público e pesquisadores defendem manutenção da área da Embrapa Cerrados
Cidadania
Senado debate ameaça de retirada da Embrapa Cerrados
Política
PSB e Rede apresentam diretrizes de programa de governo para o DF
Ciência e Tecnologia
Embrapa inaugura Banco Genético e comemora os 41 anos da empresa
Política
Elogios a decisão do STF sobre CPI exclusiva para Petrobras
Distrito Federal
Rollemberg lembra aniversário de Brasília e prega o fim da desigualdade no DF
Política
Oposição indica servidor do Senado para vaga de ministro do TCU
Cidadania
Rollemberg: Datafolha revela declínio econômico resultante dos erros de Dilma

Vídeo

 

footer_down_01